Editoriais \ geral agora-to.com.br

Domingo , 01 de Dezembro de 2019 - 18hs35

eleição suplementar

Junior Bandeira é eleito com folga prefeito de Lajeado

Fonte: Da Redação

Tamanho da Letra A- A+

WEB

Mais de três mil eleitores estavam aptos a ir às urnas, neste domingo (1/12), para escolha do novo prefeito e vice-prefeito do município de Lajeado na eleição suplementar. O pleito foi convocado após a cassação do prefeito Tércio Dias Melquiades Neto (PSD). A cidade tem 3.040 eleitores, mas apenas 2.308 compareceram. Foram computados 42 votos brancos, 91 nulos e 732 abstenções.

Antes mesmo do horário previsto para início da eleição, muitos eleitores já estavam na porta das seções eleitorais aguardando para votar. A comerciante Márcia Pereira Rodrigues chegou por volta das 7 horas da manhã na Escola Estadual Sebastião de Sales Monteiro. “Estava ansiosa para votar; queria ser a primeirinha a participar deste momento tão importante para a nossa cidade’, afirmou.

Na cadeira de rodas, não foi a dificuldade em andar que tirou o ânimo da dona Maria Nalva de Aguiar Carvalho de exercer seu direito ao voto. “Eu sou tocantinense, eu gosto tanto deste lugarzinho; não poderia deixar de votar”, disse eleitora que há 10 anos mora em Lajeado.

Os candidatos a prefeito da cidade também aproveitaram a manhã para se dirigirem aos locais onde votam. Antônio Luiz Bandeira Junior votou no Colégio Estadual Nossa Senhora da Providência.

Já o outro candidato, Antônio Alves Oliveira (PSL), o Toninho da Brilho foi até a Escola Estadual Sebastião de Sales Monteiro, mas não conseguiu votar por estar com o título de eleitor suspenso. “Ele está com os direitos políticos suspensos em função de uma decisão da justiça comum, que o impede de votar. Contudo, isso não o impede de concorrer, já que está recorrendo da decisão que indeferiu o pedido de registro de candidatura”, explicou o juiz eleitoral da 5ª Zona Eleitoral, Marcelo Ataídes. Os votos dele não serão divulgados até o julgamento do recurso

Eleitos

O candidato a prefeito Antônio Luiz Bandeira Junior (PSB), o Junior Bandeira, e seu vice-prefeito José Edival Gomes Alves foram eleito com 1.779 dos votos válidos, o que corresponde a 77,08%.  

Os eleitos serão diplomados até o dia 16 de dezembro e fica no comando da cidade até o final do ano que vem.

Junior Bandeira é advogado, tem 64 anos e foi prefeito de Lajeado entre 2001 e 2008. Natural de Tocantínia, ele está em Lajeado há 23 anos e também concorreu a prefeitura do município nas eleições de 2012 e 2016.

O outro candidato, Antônio Alves Oliveira (PSL), o Toninho da Brilho, teve o registro de candidatura indeferido e concorreu sub judice após apresentar recurso. Os votos dele não serão divulgados até o julgamento do recurso. 

De acordo com o TRE a eleição suplementar contou com quatro locais de votação e 14 seções, sendo que nenhuma urna eletrônica apresentou problemas durante a votação. Ao todo, 42 mesários participaram do pleito. (Por Sergio Barbosa com informações TRE/TO)


Comentários enviados por leitores:

Sem comentários registrados/aprovados até o momento.
Quer ser o primeiro a comentar esta notícia? Clique aqui...

Plantão

+ Comentadas

Sem Informativos
2008 - 2019 Agora-TO seu portal de Notícias - Todos os direitos reservados | Contato/Fax: (63) 3214-1853 | redacao@agora-to.com.br