Editoriais \ tocantins agora-to.com.br

Sábado , 30 de Novembro de 2019 - 07hs54

porto nacional

Prefeito Joaquim Maia vai ao DNIT e AGETO buscar soluções para problemas no municipio

Fonte: Da Redação

Tamanho da Letra A- A+

Dornil Sobrinho

O Prefeito de Porto Nacional, Joaquim Maia, acompanhado da engenheira Roberta Castro e do Vereador Argemiro Filho,  esteve no DNIT-Tocantins  e na Secretaria Estadual da Infraestrutura (AGETO),  para trazer solução para os problemas que afetam o município e que envolvem a federalização do trecho da TO 050,( Anel Viário) e outros pontos, como a entrada Sul de Porto, travessia do Setor Jardim Querido e a entrada do Distrito Industrial, além das questões que relativas a travessia do Rio Tocantins, via balsa.

DNIT

“O processo de federalização do trecho Palmas-Porto-Silvanópolis é uma luta muito válida do deputado Federal Vicentinho Júnior e que tem nosso total apoio, porque entendemos ser benéfica para nossa região. Fomos buscar junto ao DNIT, soluções também que envolvem a entrada Sul de Porto, a travessia do Setor Jardim Querido e a entrada do Distrito Industrial. Fomos muito bem recebidos pelo superintendente Dr. Eduardo Suassuna que nos posicionou das providências que o Governo Federal tomará para trazer essas soluções” – afirma o prefeito Joaquim Maia.

AGETO

Com a secretária Estadual da Infraestrutura e presidente da AGETO, Juliana Passarin, o prefeito Joaquim Maia solicitou a manutenção do Anel Viário (Trecho da TO 050) que corta o Município, bem como as deficiências que envolvem a travessia do Rio Tocantins, via balsa e obras de infraestrutura básica no Município.

“Estamos há três anos, custeando a manutenção do Anel Viário, apesar de ser obrigação do Estado. Com muita dificuldade,  a Prefeitura de Porto Nacional está gastando mais de R$ 20 mil mensais, para manter a trafegabilidade desse trecho por onde passa grande parte de nossa produção agrícola, precisamos da compensação desses gastos” – afirma o prefeito.

Joaquim Maia cobrou ainda da AGETO, providências com relação à implantação da balsa que faz a travessia dos veículos de carga pesada. “Precisamos das intervenções necessárias no Setor Alto da Colina, a  recuperação da malha viária e sinalização do trecho que leva à balsa, até hoje não realizadas” – esclareceu o gestor.

Licitação

O prefeito de Porto Nacional solicitou ainda encaminhamento dos projetos de infraestrutura básica, já apresentados e aprovados, à Agencia Estadual de Desenvolvimento, para a execução de pavimentação e obras de melhorias, que constituem um empréstimo de R$ 8 milhões, junto à CEF e Estado. “Com essa verba, vamos fazer intervenções necessárias como a entrada do Posto do Trevo à Praça do Avião (Setor Vila Nova) e parte do Setor Novo Horizonte; a pavimentação da Avenida São Salvador (Setor Novo Planalto). Precisamos que esses projetos já aprovados sejam licitados” – conclui Joaquim Maia, acrescentando que a secretária Juliana Passarin entendeu as demandas e prometeu dar andamento às pendências.


Comentários enviados por leitores:

Sem comentários registrados/aprovados até o momento.
Quer ser o primeiro a comentar esta notícia? Clique aqui...

Plantão

+ Comentadas

Sem Informativos
2008 - 2019 Agora-TO seu portal de Notícias - Todos os direitos reservados | Contato/Fax: (63) 3214-1853 | redacao@agora-to.com.br