Editoriais \ geral agora-to.com.br

Sexta-feira , 12 de Abril de 2019 - 10hs45

sessão solene

Valderez enfatiza valorização do profissional de jornalismo no Estado

Fonte: Da Redação

Tamanho da Letra A- A+

Ulisses Holanda

A Assembleia Legislativa do Tocantins (AL-TO) realizou nesta quinta-feira, 11, sessão solene ao Dia do Jornalista com a presença de parlamentares, representantes de instituições, servidores, homenageados e familiares convidados. Na solenidade, cinco profissionais da comunicação social receberam honraria pelos relevantes serviços prestados no Tocantins, sendo: Célia Bretas Tahan, Élcio de Souza Mendes, Jocyelma Santana, Wagner Quintanilha e Wesley Silas Barbosa da Cruz.

A deputada estadual, Valderez Castelo Branco (Progressistas), usou a tribuna para parabenizar os presentes e citou diversos ramos do jornalismo, como imprensa escrita e televisiva, o rádio e as mídias digitais. Além disso, enfatizou de maneira especial os comunicadores que atuam em Araguaína e na região norte do Estado, “Agradeço a dedicação de todos vocês, que as homenagens sejam perpetuadas diariamente por meio da valorização de cada profissional”, concluiu.

Composição da mesa

Secretário Executivo da Comunicação Social, Ismael Nunes da Silva, representando o Gov. Mauro Carlesse; primeiro secretário, deputado estadual Jorge Frederico; segundo secretário, deputado estadual Issam Saado; radialista deputado estadual, Valdemar Júnior; Secretária Executiva de Comunicação de Palmas, Ivonete de Mota, representando a prefeita Cintia Ribeiro; Presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado, Alessandra Bacelar; Diretor da área de Comunicação e publicidade da Assembleia Legislativa, Edivaldo de Sousa Rodrigues; jornalista e homenageada, Célia Bretas; jornalista e homenageado, Élcio de Sousa Mendes; jornalista e homenageada, Jocyelma Santana; jornalista e homenageado, Wagner Quintanilha; jornalista e homenageado, Wesley Silas Barbosa da Cruz.

Dia do Jornalista

A data em que se comemora o Dia do Jornalista é 7 de abril, por ter sido marcada pelo assassinato do brasileiro de origem italiana João Batista Líbero Badaró, médico e jornalista, em São Paulo, em 1830, por inimigos políticos. O fato aconteceu durante uma passeata de estudantes em comemoração aos ideais libertários da Revolução Francesa.


Comentários enviados por leitores:

Sem comentários registrados/aprovados até o momento.
Quer ser o primeiro a comentar esta notícia? Clique aqui...

Plantão

+ Comentadas

Sem Informativos
2008 - 2019 Agora-TO seu portal de Notícias - Todos os direitos reservados | Contato/Fax: (63) 3214-1853 | redacao@agora-to.com.br